Vereadora Marcia Filipus, faz indicação para alteração do nome da CEI Sitio do Pica Pau.

Mais Lidas

A vereadora Márcia Andreia Filipus Pupo apresentou um pedido à Mesa Diretora solicitando a alteração do nome do Centro de Educação Infantil (CEI) Sítio do Pica Pau Amarelo, para CEI “Leopoldo Dalmolin”. O requerimento foi direcionado ao Prefeito Thalles Henrique Tomazelli para avaliar a viabilidade da mudança.
De acordo com a justificativa apresentada pela vereadora, o CEI está situado no prédio que anteriormente abrigava a Escola Estadual Leopoldo Dalmolin. O nome da antiga escola é uma homenagem a um dos pioneiros do município, o que torna a possível alteração de grande relevância e respeito não só aos pioneiros e seus familiares, mas também a todos que estudaram no prédio escolar.
Para dar mais força ao pedido, a vereadora leu um texto que contava um pouco da história do pioneiro Leopoldo Dalmolin e sua contribuição para o desenvolvimento do município.
leia na integra o texto lido pela vereadora sobre um pouco da história de Leopoldo Dalmolin.

INICIO DA HISTÓRIA

Em meados dos anos 70 nosso município era um pequeno povoado chamado Itaquirai, o qual era distrito de Iguatemi e necessitava de uma escola devido ao grande crescimento demográfico pelos imigrantes que aqui chegaram para trabalhar nas fazendas e madeireiras abrindo matas, e a escola mais próxima ficava a 60 km sendo em Iguatemi. Inclusive minha família foi uma das que chegou aqui neste período mais precisamente no ano de 1974.

COMO FOI O PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DA ESCOLA E COLONIA

No começo tudo foi feito com muita luta e dificuldade. A escola mais próxima ficava muito longe e as vias de acesso tornava praticamente impossível que alguém morasse aqui e estudasse na escola vizinha.

Começa aí surgir a ideia de se construir uma escola local. Por iniciativa de pessoas interessadas e influentes, o desejo da escola local começou a se materializar, o município (Iguatemi) cede o terreno, mas ainda não tínhamos o prédio. É nesse momento que aparece a pessoa que daria o nome a então futura escola, o empresário Leopoldo Dalmolim, que devido ser do ramo da madeira, e este recurso, ser farto presenteia a comunidade com toda a madeira necessária para erguer a tão desejada escola.

O S.r. Leopoldo Dalmolim, foi além do doador da madeira do prédio, também fornecedor da energia elétrica de sua serraria (produzida por gerador próprio), para a escola e para todo o município, e a água que inicialmente abasteceu por vários anos o funcionamento da primeira escola de Itaquiraí.

O saudoso Leopoldo Dalmolim bancava o fornecimento de energia e água onde instalou um gerador na escola que produzia energia do motor estacionário que ficava na serraria, durante o dia, ligava o gerador pra encher a caixa d’água e a noite pra atender o turno noturno com a iluminação, colaborava também com a alimentação pra suprir as necessidades da unidade escolar.

A prefeitura de Iguatemi também foi grande parceira nas contribuições e necessidades da escola na época.

RECEBIMENTOS DE SALARIOS E MATRICULAS DAS CRIANÇAS

Devido  ao tramite documental da época chegar até ( Delegacia Regional de Educação), que fica no município de Ponta Porã, e de lá até chegar à capital do Estado (Cuiabá), devido as condições de estradas da época, os funcionários da escola chegavam a ficar 8 meses sem receber seus salários, pois toda a papelada ia pra Ponta Porã  a qual passavam as informações a Cuiabá capital do estado (SIM, O ESTADO DE MATO GROSSO DO  SUL AINDA NÃO EXISTIA) pra daí pagarem os servidores.

As crianças que la estudavam moravam na colônia da serraria também construída por empresário Leopoldo Dalmolim.

Então até a criação da escola sair toda a documentação ia a Ponta Porã. E mais uma vez quem patrocinava tais deslocamento, inclusive disponibilizando meios de locomoção era nosso já amigo Leopoldo Dalmolim.

EM 1979 CRIOU SE O CENTRO DE ENSINO EM NAVIRAI ONDE FACILITOU OS TRABALHOS.

A escola vivia de doações, a situação era tão difícil, que as famílias da época que trabalhavam nas serrarias, grande maioria dos pais não sabiam a data de nascimento das crianças, e quando questionados respondiam na colheita do algodão, na colheita do arroz.  Enfim tinham que achar uma data pra matricular as crianças

E devido ao seu relevante trabalho em prol do município e em especial a EDUCAÇÃO, FOI CRIADO PELO DECRETO GOVERNAMENTAL Nº 530 DE 6 DE MAIO DE 1976 A PRIMEIRA E.E. DE 1º GRAU ITAQUIRAI QUE EM 1978 PASSOU A CHAMAR E. E. DE PRIMEIRO E SEGUNDO GRAUS LEOPOLDO DALMOLIN.

Homenagem mais que merecida a um homem que tanto fez pela nossa cidade, sem buscar qualquer recompensa.

 

NILCE JESUS DUARTE FOI A PRIMEIRA DIRETORA E AINDA VIVE

 8 DE MARCO 1976 EM 9 DE MARÇO JÁ INICIOU COMO SECRETARIA NA ESCOLA.   CICERA VILAR DE JESUS FARTO

Como podemos VER a história de Itaquiraí, tem uma grande dívida com o Patrono da escola que pelo DECRETO Nº 15.498, DE 19 DE AGOSTO DE 2020. Foi integrada a escola Prof Jose Juarez Ribeiro de Oliveira e sendo decretado o encerramento de suas atividades.

Últimas

Presidente da Câmara de Itaquirai e Vereadores Recebem Presidente do SIMSEMI e Procurador Jurídico da Prefeitura para Entrega de Projetos.

Na manhã desta segunda-feira, a Câmara de Vereadores de Itaquirai recebeu o presidente do Sindicato Único dos Servidores Municipais...

Mais notícias da Câmara